domingo, 20 de abril de 2014

MISSA DOMINICAL (20/04/2014)

Primeira Leitura (At 10,34a.37-43)

Leitura dos Atos dos Apóstolos:
Naqueles dias, 34aPedro tomou a palavra e disse: 37“Vós sabeis o que aconteceu em toda a Judeia, a começar pela Galileia, depois do batismo pregado por João: 38como Jesus de Nazaré foi ungido por Deus com o Espírito Santo e com poder. Ele andou por toda a parte, fazendo o bem e curando a todos os que estavam dominados pelo demônio; porque Deus estava com ele.
39E nós somos testemunhas de tudo o que Jesus fez na terra dos judeus e em Jerusalém. Eles o mataram, pregando-o numa cruz.
40Mas Deus o ressuscitou no terceiro dia, concedendo-lhe manifestar-se 41não a todo o povo, mas às testemunhas que Deus havia escolhido: a nós, que comemos e bebemos com Jesus, depois que ressuscitou dos mortos.
42E Jesus nos mandou pregar ao povo e testemunhar que Deus o constituiu Juiz dos vivos e dos mortos. 43Todos os profetas dão testemunho dele: “Todo aquele que crê em Jesus recebe, em seu nome, o perdão dos pecados”.

Segunda Leitura (Cl 3,1-4)

Leitura da Carta de São Paulo aos Colossenses:
Irmãos: 1Se ressuscitastes com Cristo, esforçai-vos por alcançar as coisas do alto, 2onde está Cristo, sentado à direita de Deus; aspirai às coisas celestes e não às coisas terrestres.3Pois vós morrestes, e a vossa vida está escondida, com Cristo, em Deus. 4Quando Cristo, vossa vida, aparecer em seu triunfo, então vós aparecereis também com ele, revestidos de glória.

Anúncio do Evangelho (Jo 20,1-9)

1No primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao túmulo de Jesus, bem de madrugada, quando ainda estava escuro, e viu que a pedra tinha sido tirada do túmulo.
2Então ela saiu correndo e foi encontrar Simão Pedro e o outro discípulo, aquele que Jesus amava, e lhes disse: “Tiraram o Senhor do túmulo, e não sabemos onde o colocaram”.
3Saíram, então, Pedro e o outro discípulo e foram ao túmulo. 4Os dois corriam juntos, mas o outro discípulo correu mais depressa que Pedro e chegou primeiro ao túmulo. 5Olhando para dentro, viu as faixas de linho no chão, mas não entrou.
6Chegou também Simão Pedro, que vinha correndo atrás, e entrou no túmulo. Viu as faixas de linho deitadas no chão 7e o pano que tinha estado sobre a cabeça de Jesus, não posto com as faixas, mas enrolado num lugar à parte.
8Então entrou também o outro discípulo, que tinha chegado primeiro ao túmulo. Ele viu, e acreditou.
9De fato, eles ainda não tinham compreendido a Escritura, segundo a qual ele devia ressuscitar dos mortos.

sábado, 19 de abril de 2014

PRIMEIRA DISPUTA DE PAREDÕES DE SOM EM URUOCA

Hoje em Uruoca, no estádio Batistão aconteceu o 1º encontro de paredões, evento este organizado pelos jovens de nossa quadrilha junina com o apoio de nosso jovem prefeito Kilsem.
Até o momento que estive lá este estava muito bem organizado com grande presença de público.
Este é um evento novo em nossa cidade e que aconteceu em local apropriado. Parabéns jovens, muito bom, sem palavras.


FARRA DAS PASSAGENS: APÓS CINCO ANOS, NENHUM POLÍTICO PUNIDO

Cinco anos após o Congresso em Foco revelar que senadores e deputados utilizavam para fins particulares a cota de passagens aéreas bancada com dinheiro público, nenhum parlamentar foi punido, em qualquer esfera, pelo uso indevido do benefício. Poucos devolveram os recursos da cota pública gastos de maneira privada. A Câmara e o Senado sequer informam o total devolvido. Passada meia década, nenhuma denúncia foi oferecida à Justiça pelo Ministério Público Federal, onde se arrastam as investigações cíveis e criminais sobre o caso.
Revelada a partir de 14 de abril de 2009 por este site, a chamada farra das passagens mostrou que os políticos usavam a cota de bilhetes aéreos não apenas para trabalhar e se deslocar de Brasília para suas bases. Recorriam ao benefício público para fazer turismo e transportar parentes para o exterior. Eles ainda cediam passagens para terceiros, potenciais eleitores e parceiros comerciais. Agentes de viagens declararam às autoridades que os parlamentares vendiam as sobras de suas cotas – o fato foi confirmado, mas a autoria, até hoje, é atribuída apenas a servidores e intermediários, apesar de documentos obtidos pela reportagem revelarem bem mais que isso.

sexta-feira, 18 de abril de 2014

FELIZ PÁSCOA A TODOS



FELIZ PÁSCOA, É QUE EU, ORLANDO LIMA E TODA A MINHA FAMÍLIA DESEJAMOS À TODOS OS URUOQUENSES.

DESEMBARGADOR PEDE APOSENTADORIA, MAS PRESIDENTE DO TRIBUNAL NEGA

O desembargador Váldsen da Silva Alves Pereira solicitou aposentadoria do cargo no dia 9 de abril. Ele completa 70 anos no dia 17 de maio.
O governador em exercício e presidente do Tribunal de Justiça do Ceará, Luiz Gerardo de Pontes Brígido, não mandou publicar no Diário da Justiça a aposentadoria do colega desembargador. Motivo: o desembargador está sendo investigado pelo Conselho Nacional de Justiça. 
Via;Blog do Roberto Moreira

BRASIL!!!! MOSTRA TUA CARA!!!!

O foco agora é outro - A oposição, que esperava o depoimento de um “homem-bomba” que teria dito que não cairia sozinho e 'não deixaria pedra sobre pedra' saiu frustrada. Mesmo com as contradições com o depoimento da véspera de Graça Foster, o governo comemorou.
Agora, para o governo, a compra da refinaria de Pasadena, no Texas, não é mais a maior preocupação. E sim, as investigações sobre as ações de Paulo Roberto Costa, outro ex-diretor da Petrobras que está preso e já foi indiciado por envolvimento em casos de lavagem de dinheiro investigados pela Operação Lava Jato, da Polícia Federal.
A oposição, no entanto, vai insistir na instalação da CPI da Petrobras. A avaliação dos oposicionistas é a de que o assunto desgasta o governo e compromete a imagem de gerente que Dilma Rousseff vendeu ao país na campanha eleitoral de 2010. A reação governista é ampliar o foco de investigação, incluindo o caso do metro de São Paulo e o Porto de Suape, em Pernambuco.
No fundo, nem governo nem oposição quer CPI alguma. A campanha que já começou.

COMISSÃO DA OAB VAI APURAR O CASO DAS VENDA DE HABEAS CORPUS

Uma comissão formada por seis membros irá apurar os fatos envolvendo a suposta participação de advogados em rede que comercializava habeas corpus para criminosos durante os plantões de feriado e fins de semana do Tribunal de Justiça (TJCE).
De acordo com o presidente do Tribunal de Ética e Disciplina da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção Ceará (OAB-CE), José Damasceno Sampaio, os trabalhos de investigação já começaram. "Estamos agindo a partir das primeiras notícias que recebemos, pois é normal fazermos isso em qualquer denúncia, direta ou indireta. Se o nome do advogado surgir como possível envolvido, vamos pedir esclarecimentos. Dependendo do grau de complicação, poderemos pedir que este esclarecimento seja verbal", explicou.

Sampaio destaca, também, que ainda não recebeu oficialmente os nomes dos profissionais que supostamente estariam envolvidos nas negociações fraudulentas. "Estamos averiguando o envolvimento dos advogados mas ainda não nos chegou nenhum nome, por isso ainda não temos processo instaurado.

Rede

O desembargador Luiz Gerardo Pontes Brígido, presidente do TJCE, revelou na última segunda-feira (14), em entrevista à TV Diário, indícios da existência de uma rede organizada atuando no Sistema Judiciário cearense. Este grupo negociava a soltura de criminosos durante os plantões pelo valor de R$ 150 mil.

Brígido foi alertado sobre a suposta venda de habeas corpus através de mensagem de celular enviada pelo secretário da Segurança do Ceará, Servilho Paiva.

Segundo o presidente do Poder Judiciário Estadual, o caso está sendo apurado pelo Conselho Nacional de Justiça. Os nomes das pessoas suspeitas não foi divulgado pelo TJCE.

Fonte: DN